segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Entenda as piadas sem sentido do Chaves: você comeu a que eu gosto e eu comi a que ela gosta (lagosta)

Muito embora o Chaves tivesse visto o mar apenas pela televisão até ir a Acapulco/Guarujá e mal tivesse o que tomar de café da manhã, é totalmente plausível que ele já tivesse comido lagosta. E ele mesmo admite isso, de uma maneira tortuosa, no episódio Peixe cru faz bem para a memória.

Olhem só:



Ok, vamos concordar: baita trocadilhozinho fraco esse, né? Por mais que eu seja eterno defensor das dublagens a série, a explicação de que Chaves e Chiquinha tinham duas tortas, ela comeu a que ele gosta e ela comeu a que ela gosta é... ruinzinho.

Não que essa seja uma piada extremamente engraçada na versão em espanhol do Chaves, mas pelo menos o trocadilho é mais bem feito. Vamos ver se vocês entendem, assistindo o vídeo a seguir (preferencialmente a partir de 14:30):



Notaram aí alguma diferença básica para o trocadilho? Em espanhol, lagosta se diz langosta. Nada lá muito diferente da palavra no nosso idioma, né? Mas esse N vai fazer toda a diferença no decorrer da piada. Vamos lá:

Segundo o Chaves, havia duas tortas (que eram de feijão, diga-se). A Chiquinha comeu a mais ancha... ou seja, a que era mais grossa, a mais recheada. E o que restou para o chaves? La angosta! L’angosta! Langosta!

E o que é angosta, minha gente? Não temos essa palavra em português e me atrevo a dizer que não há um termo assim... perfeitamente traduzível para isso. Apenas quem já andou por calles angostistas no interior argentino pode entender melhor o que é angosto, como a minha saudosa e querida Caseros, na Manzana Jesuítica, no centro de Córdoba.



Mentira, apenas estou sendo nostálgico e matando a saudade de um passado que não volta mais.

Agora falando sério: a torta angosta seria... a torta mais estreitinha, mais fininha.

Coitado do Chaves, né? Depois não sabem por que ele fica comendo os peixinhos dourados da Chiquinha...

Um comentário:

Anônimo disse...

Agora faz sentindo, lembro-me até de uma música de Mercedes Sos