terça-feira, 28 de junho de 2011

Entenda as piadas sem sentido do Chaves: o Chaves não queria plantar carambolas

É eu queria plantar um pezinho de carambola, pra que vire uma árvore de carambolas que dê milhões de carambolas, então eu vendo os milhões de carambolas e com o dinheiro que ganhar com as carambolas eu iria morar em uma outra vila onde não tenha ninguém que me bata.



A frase, encontrada a partir do instante dos 6:30 do vídeo acima, é bem conhecida entre nós, chavesmaníacos, mas a verdade – como venho demonstrando nesta série – é bem diferente. O Chaves não queria, acreditem, plantar um pezinho de carambolas (e nem todo o resto do gigante período que comove o Seu Madruga). A fruta que garantiria o pé de meia do nosso humilde e divertido personagem é outra. E muito mais chique!

Fui atrás do episódio original do Chaves, sem a dublagem, e lá descobri que carambolas nunca tinha sido o plano de vida do menino do 8 – afinal, alguém conhece alguma pessoa que ficou rica vendendo carambolas? Eu não – mas... bem, deve ter alguém, vai.

Deixemos de bobagens e vamos ao fim do mistério. Confira no vídeo disponível neste link (que não deu para embedar aqui por questões burocráticas do YouTube), a partir de 4:50.

Pois é. O Chaves queria plantar chabacanos. Trata-se de uma fruta com origens em Síria, Armênia e China, de casca alaranjada e lisa, bastante popular no México, e que no Brasil tem o nome de... damasco.

Entretanto, plantasse carambolas ou damascos, o Chaves iria se dar mal do mesmo jeito. Afinal, as duas plantas levam uma média de três anos para darem frutos. Ou seja: melhor seria investir no bebércio de refrescos para obter um lucro mais rápido. Ou ser o flanelinha do Hector Bonilla.

A nossa série continua algum dia (próximo, espero), com o seguinte tema: se os elefantes não tiverem trombas não seriam capivaras

2 comentários:

Eduardoo.Ree disse...

Escreva no ar o nome da pessoa que você gosta, dê 3 peteleco na sua testa, mande isso pra 5 comunidades e amanhã você vai estar namorando com essa pessoa

vizinhancadochaves disse...

Putz, damasco? Dessa eu não sabia!