segunda-feira, 4 de abril de 2011

Entenda as piadas sem sentido do Chaves: a tia da Chiquinha não desentupiu o umbigo

Vai falar que as leituras do Chaves não estão entre os momentos mais engraçados de todas as séries? Eu sei, eu sei... talvez seja, até, quando damos mais risadas. Por isso, antes mesmo de idealizar esta série de buscas por diferenças entre as piadas originais em castelhano e as adaptações feitas na dublagem para o português, acabei procurando como era a carta que a Chiquinha mandou para o Seu Madruga quando decidiu voltar à vila. Era assim, lembra?



Carta lida pelo Chaves

Presente para o dente,

Papa querino, eu passei toda a semana tomando. Na epidemia de panças indigestas. Porcas, guaranás e bombas de bois. Ontem de manhã minha tia desentupiu o umbigo. E tudo isso porque eu sempre faço fofó. É só médio ruiva. Então eu tive uma ideia: procurei minha tia e lhe parti. Disse a ela que meu pai é saúvo (...). Irá me levar o cai pra trás. Eu vou chegar casada com o velho.

Carta original da Chiquinha

Presidente Prudente,

Papai querido,

Eu passei toda a semana tomando aulas de dança na Academia de Danças Indígenas: polcas, guarangas guarânias (agradecimento ao leitor Victor 235!) e bumba-meu-boi.

Ontem de manhã minha tia discutiu comigo. E tudo isso porque eu sempre faço fofocas. Isso me deu raiva. Então eu tive uma ideia: procurei minha tia e lhe participei. Disse a ela que meu pai é viúvo. E como viúvo é um homem que não tem apoio material. E como vive só eu quero voltar com ele, e minha disse que está bem.

Irá me levar o capataz. Eu vou chegar em casa com o velho.

Mas... opa, vamos ver como é que são as duas versões em espanhol? Dessa vez não será preciso fazer nenhuma explicação sócio-étnico-histórico-cultutal entre México e Brasil, confira e interprete você mesmo:



Carta lida pelo Chaves

Si halla Juan al gato.

Papa cuerito,

Toda la semana me la pasé tomando. En la epidemia de panzas indigestaditas, tengo guaraches y piso el doble. Ayer en la mañana mi tía se mojó el ombligo, y todo no más porque yo siempre me hago la chis. Esa medio rubia. Entonces tuve una idea y busqué a mi tía y se la partí. Le dije que mi papá es beodo y como vive solo yo me quiero regresar con él, y mi tía me dijo que está bien. Me va a llevar el mayor mono. Pero voy a llegar casada con el viejo.

(Tradução: Se Juan acha o gato. Papai courinho, toda a semana eu passei bebendo. Na epidemia de panças indigestinhas, tenho guaraches [NT: uma sandália de couro bem feia] e calço o dobro. Ontem de manhã minha tia mlhou o umbigo, e tudo porque eu sempre me mijo. Essa meio loira. Então tive uma ideia: procurei minha tia e acabei com ela. Disse-lhe que meu pai é bêbado. O macaco velho me vai levar, mas vou chegar casada com o velho)

Carta original da Chiquinha
Celaya, Guanajuato.

Papá querido,
Toda la semana me la pasé tomando clases de baile en la Academia de Danzas Indigenistas. Tango, guarachas y pasos dobles.

Ayer en la mañana se enojó conmigo y todo nomás porque yo siempre me hago la chistosa. Y eso me dió rabia. Entonces tuve una idea: busqué a mi tía y se la participé. Le dije que mi papá es viudo, y como vive solo yo me quiero a regresar con él, y me tia dijo que está bien. Me va a llevar el mayordomo y voy a llegar cansada con el viaje.

(Tradução: Papai querido, toda a semana eu passei tomando aulas de dança na Academia de Danças Indígenas. Tango, guarachas e passos duplos. Ontem de manhã minha tia ficou brava comigo, e tudo porque eu sempre me faço de engraçadinha. Isso me deu raiva. Então tive uma ideia: procurei minha tia e lhe comuniquei. Disse que meu papai é viúvo, e como vive sozinho quero voltar com ele, e minha tia disse que está bem. Vou voltar com o caseiro e vou chegar cansada com a viagem)
A seguir: sabia que o Seu Madruga não gosta do número 41?

3 comentários:

Victor235 disse...

Olá, sou webmaster do blog Vizinhança do Chaves (http://vizinhancadochaves.wordpress.com/) e venho com sinceridade parabenizar o seu. Simplesmente sensacionais essas postagens. Passei minha vida toda assistindo o Chavinho e desconhecia a maioria das coisas que você tem escrito.

Apenas uma observação, acredito que a dança da Chiquinha não seja "guaranga", e sim guarânia. Guarânia é um ritmo de violão sertanejo(ex: Trem do Pantanal, Ainda Ontem Chorei de Saudade, Amargurado, Mala amarela, Franguinho na Panela, Marca Evidente).

Abraço.

Victor235 disse...

Obrigado pelo crédito! Sobre a carta, achei em português bem mais engraçado :P.

Ana Paula Medeiros disse...

Oi, "cuerito" não significa couro nesse contexto e sim fofo ou muito bonito. É uma expressão "cuero".