domingo, 3 de abril de 2011

Entenda as piadas sem sentido do Chaves: porque o futebol era a principal atividade indígena

Vamos lá, esta é bem simples e não requererá muito esforço de minha parte e você(s?) não perderá muito de seu precioso tempo lendo tanta baboseira. Alguém que já tenha prestado atenção nos últimos anos em partidas da Copa Libertadores da América pode ter decifrado tal enigma sem muito esforço. Ou, na verdade, alguém que tenha visto a primeira versão do episódio em questão.

Nos sempre engraçados episódios da turma do Chaves na escola, vira e mexe sobra alguma piada perdida seja na tradução espanhol-inglês ou em aspectos sócio-culturais-históricos entre México e Brasil. Pois bem.

Aposto que você se lembra muito bem de quando o Professor Jirafales pergunta qual era a principal atividade indígena, no episódio Aula de História, não? Sem titubear, o Godines responde que eram as partidas de futebol. Por sua vez, o Mestre Lingüiça explica que não estava falando do Corinthians nem do Flamengo. Ahn, como assim? Repare só, depois dos 5:20 do vídeo abaixo.



Na verdade, toda a explicação para essa piada está em outro episódio, gravado anteriormente, chamado “O castigo vem a cavalo” – aquele em que os pais dos alunos reprovados vão à aula, e possui praticamente as mesmas piadas acerca da aula de história. Neste capítulo, o Professor Jirafales pergunta qual era a principal atividade asteca e quem responde “futebol” é o Quico. Na hora, o mestre explica que não está falando do estádio dos astecas (depois dos 3:07 do vídeo abaixo)


Faz falta explicar que o futebol, dizem, foi criado pelos ingleses no século 19? E que o período de povoamento e governo da tribo em grande parte do território hoje compreendido pelo México se deu entre os séculos 14 e 16? Bom, sem querer acabei dizendo. De qualquer maneira, isso prova, historicamente, que seria impossível o povo de Tenochtitlan praticar o futebol.

Mas o bochechudo do Quico não está de todo equivocado. Sabe qual é o nome do maior estádio do México? Pois é... o Estádio Azteca, localizado na Cidade do México e com capacidade para mais de 100 mil pessoas. Incrível, não?

O Azteca, casa de América e Necaxa, foi construído para a Copa de 1970, e em 1997 foi comprado pela Televisa (parêntesis: isso realmente me chocou, afinal... alguém já imaginou um estádio de propriedade da Globo?) – é verdade, o maior canal de televisão no México. Na época, a emissora tentou rebatizar a arena para Guillermo Cañedo, a fim de homenagear um ex-executivo da Televisa. A população recusou, e o nome Azteca foi mantido.

Já que citamos a piada da principal atividade asteca, em um episódio que não é exibido no Brasil, feito já na década de 1980 (todos que o SBT transmite são de 72 até 79). Nele, o Professor Jirafales pergunta para a sala o que é o cosmo. O Godines se prontifica a responder e, sem pensar muito, solta essa: um time de futebol onde jogou o Pelé. Rá!



2 comentários:

JP Oliveira disse...

Certamente a Televisa quis mudar o nome do estádio para Guillermo Cañedo pelo fato de uma TV concorrente no México se chamar Azteca. Indiretamente acabaria fazendo uma divulgação do canal rival. Excelente blog! Um dos melhores que acompanho.

Tirso disse...

Puxa, em pouco tempo eu consegui pensar numa solução para a dublagem. O professor poderia ter perguntado qual era a principal atividade guarani e o aluno associar com o clube de Campinas.