segunda-feira, 4 de julho de 2011

Entenda as piadas sem sentido do Chaves: como o Quico se senta

Como jornalista não deveria ter ignorado por tanto tempo a força das mídias sociais, e incrível o aumento de audiência que tivemos nos últimos dias depois que alguma boa alma sai divulgando esta série por aí. Muito grato, de coração. E prometo em breve desvendar as piadas sem nexo que me foram passadas, fato é que o YouTube não vem colaborando. Mas agora vamos ao que realmente interessa, não é mesmo?

Fato é que eu nunca tinha achado muita graça na piada feita quando o Quico está tomando os refrescos. Preocupada com a qualidade questionável dos sucos preparados com a água da chuva, a Dona Florinda alerta o filho sobre os riscos de pegar uma disenteria e o bochechudo trata de mostrar à mãe como se sente. E se senta sobre um dos caixotes do camelô do Chaves. Lembra? Por via das dúvidas, vale ver novamente aí abaixo, a partir de 5:30.



Essa piada é bem, bem simples de ser entendida, mas requer um conhecimento mínimo em conjugação de verbos em espanhol – e também um pouco de conhecimento de castelhano para entender ditongações (às vezes eles resolvem colocar um i ou um e no meio de uma palavra, como já foi explicado aqui quando a Chiquinha diz dinferência).

Sim, ditongações. Esta é a chave para o entendimento da piada. Tudo porque, se você que fala portunhol um dia disser em algum país hispanohablante yo me sinto, não vão entender nada – ou, com sorte, vão pensar que você coloca um cinto. E se você disser yo me sento, aí é que vão ficar com a maior cara de paisagem. Muito embora “sentir” e “sentar” sejam verbos exatamente iguais ao português, no infinitivo.

Contudo, se eu quiser dizer como me sinto em espanhol, preciso dizer... como me siento. Viram aí a ditongação? Aparece um ezinho bem chato que compromete o entendimento com algum castelhano. E o mesmo se dá quando eu quero dizer como me sento. Teria que ser como me siento. Agora, o vilão é o izinho que surge ali. E a ditongação explica a piada do Chaves. Confere aí, a partir de 6:30.



Não foi simples?

Aproveitando o embalo da série dos refrescos do Chaves, desvendaremos na nossa próxima série que os refrescos dos Chaves não eram de laranja, limão e tamarindo.

4 comentários:

Gustavo disse...

Quer dizer que os refrescos não eram de gromaica, tamão e limerindo? Hehehe.

A série continua ótima!

Abraços!

Renato Vasques disse...

Qd o Seu Madruga é professor ele pergunta ao Godinez:
-O que vale mais, uma corrida ou 1/3?
Ai o Godinez responde:
-Ao ar livre ou em quadra?
Ai o seu madruga sem graça diz:
-Nota 6
Nunca entendi kkk

Priscila Barros disse...

Adoro sua série.
Sou super fã do Chaves e confesso que sua explicação não poderia ser melhor. É criativo demais.
Parabéns!

Anônimo disse...

Eu nunca entendi aquela piada que Dona florinda diz q o kiko e a crianca mais bonita do mundo e ja tinha sido chamada pra fazer comerciais de tv, ai Seu madruga diz: com certeza pra anunciar tacos de bilhar kkkkkk tbm nunk entendi essa...